terça-feira, 14 de abril de 2009

Doce balanço

Do outro lado da duna senti soprar uma voz; redonda, fina, docinha como uma maçã, a trautear sílabas no mesmo ritmo do balanço da cortina de armérias e estorno que nos separavam.


Foto de Rita Lino (?)

1 comentário:

yes1 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.