quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Great Expectations

Fotografia de Chris Burkard, Green Room


Já a tenho.

É um beachbreak lindo, só falta o swell...

Era para descrever todos os pormenores mas, por ora, aguardo. Por mais que escrevesse faltaria o teste final, a marca de água e, por enquanto, Mar, apenas o de expectativas.

Há também outra razão. Um dia destes, meio à pressa, passei os olhos nos destaques de um daqueles jornais que se lêem rápido e, condicionados com a canção simples que trazia no ouvido, os meus olhos pararam nesta frase: ‘As coisas mais felizes que escrevi eram muito pirosas e não gostava muito delas’. Uma entrevista ao Tiago Bettencourt de que não li mais nada mas fiquei a pensar na frase, se era aplicável aos meus escritos. E era.

Escrever extasiado de felicidade, encadear palavras que a transmitam e que não percam seu sentido no tempo, é coisa dos grandes mestres. Aos mortais escrivães resta escrever sobre a égide de outras sensações. Ou mudar o ponto de vista.

Aqui até é fácil porque, assim que a tive nas mãos, acabou uma espera mas iniciou-se outra. Num instante a alegria transforma-se em saudade... do futuro.

E seus tons de areia e água.

5 comentários:

Maria disse...

Não sei se consigo perceber ao que te referes, primeiro pensei que fosse uma fotografia, e eras um aficionado de fotografia, depois pensei que terias descoberto um secret spot e que seria só teu, mas ao acabar o texto, percebi que não era nada disto!
Mas adorei o texto e acho que transmite o essencial que é a espera ansiosa de algo muito importante para nós!

Pedro Ferro disse...

Por incrível que pareça, isto é coisa vulgar entre surfistas, êxtase e a felicidade por um bocado de foam e fibra de vidro pronta a estrear... O Pinto tem uma tábua nova!

Uma nova companheira... muito jeitosa por sinal!

etienne neto disse...

É isso ái companheiro.
Tiraste-me o pensamento. Acho que isso é comum a quem gosta de se esprimir, seja qual for a forma...
Abraço
Etienne
dashelter.blogspot

Jorge Pinto disse...

Realmente o texto está um pouco vago. Como as expectativas encerram uma boa parte de mistério parece-me adequado...

Mas Maria, olha que não andaste muito longe ao defini-la como o secret spot porque acho que vai ser algo do género daquele anúncio à PlayStation Portable, isto é, difícil de partilhar ;)

De qualquer forma, aqui fica uma amostra da menina dos meus olhos

paulo jacinto disse...

LET IT CURE!...