sexta-feira, 10 de agosto de 2007

3, 2, 1, Splash!

Capa da "Splash" n.º0, a ser lançada no próximo dia 13.

Uma das principais razões que me levam a escrever
num blog, prende-se com o facto de, em parte, isso me estimular a fazer coisas novas, a comunicar com mais gente e a não me sentir estagnado.

É demasiado fácil cruzar os braços e deixarmo-nos arrastar sem novidades pela vida que mantemos e essa acaba por ser a regra que observamos a maioria das vezes à nossa volta, a paradoxal falta de empenho e paixão naquilo pelo qual se nutre maior interesse.

É esse o motivo que me leva a ter uma especial admiração pelos autores do blog AlgarveSurfPhotos, que tiveram a radical atitude de dar corpo à sua arrojadíssima ideia de criar uma nova revista de surf, neste caso, dedicada à sua região.

O blog AlgarveSurfPhotos foi criado pelo Tiago Grosso, mas pelo meio foi ganhando outros autores e fotógrafos colaboradores, da sua revista prevejo, acima de tudo, que venham a romper com a postura clássica de outras revistas portugueses onde apenas figuram os nomes e as coordenadas do costume.


Assim meio em cima do joelho, fiz algumas perguntas ao Tiago, a que ele, simpaticamente, respondeu de forma pronta, aqui fica:

O que é a “Splash”?

Ora bem, Pedro! A “Splash” é muito basicamente, uma revista de surf dedicada ao Algarve, mas tem, e irá ter de futuro, muito mais do que apenas o surf da região. O surf no Algarve serve apenas de mote para aquilo que iremos futuramente fazer. É um denominador comum, o ponto de partida que define as prioridades.

Espero que a revista seja um reflexo de um certo estilo de vida que tem no mar, nas ondas, nas artes alternativas, na música e na fotografia a sua forma de estar. No fundo, aquilo que queremos, é mostrar o Algarve no seu auge. Quero que as pessoas abram a revista e digam "Uau! Estou com vontade de sair de casa e ir aproveitar as coisas boas que a nossa região tem para oferecer". A “Splash” é muito nova e tem muito por onde evoluir. Não quero estagnar num determinado conceito. Quero extrapolar limites e ideias preconcebidas daquilo que faz uma revista. Levar o Algarve ao mundo. Fazer uma revista que dê vontade de viver a vida ao máximo.

Como surgiu a ideia?
Bem, a ideia surgiu no seguimento do blogue AlgarveSurfPhotos (http://algarvesurfphotos.blogspot.com/). Eu comecei a fotografar há alguns anos atrás e entretanto, fiz este blog onde punha as fotos que ia tirando durante as surfadas e tal... Às tantas o blog ficou conhecido na região. Mais tarde conheci o Ivo Afonso das “Plancton Surfboards” e falei-lhe na ideia de fazer uma revista. Decidimos avançar, até que o Ivo (o homem dos sete ofícios) teve que desistir por falta de disponibilidade e eu continuo com a ajuda de alguns colaboradores a nível de fotografia, textos, etc. Basicamente foi assim. Não se trata de um sonho de infância, mas sim daquilo que neste momento faz sentido e se formos a ver bem (e dadas as circunstâncias no meio do surf algarvio) fazia todo o sentido criar uma revista dedicada ao Algarve.


Será que o actual bom cenário do surf algarvio, de onde estão a emergir nomes sonantes como os irmãos Guichard ou os Lipke, também ajuda a que uma revista como a vossa surja com maior naturalmente?

Claro que sim. Bons surfistas permitem excelentes fotos e isso dá credibilidade a qualquer revista que se preze e se fores ver, temos muitas fotos dos Guichard. Os Lipke não aparecem porque simplesmente não tive acesso a fotos deles, se bem que desejo ter de futuro. Mas como eu costumo dizer, não quero fazer desta revista uma revista para a elite do surf. Antes de mais, aquilo que quero, são boas fotos, independentemente de nomes. Além disso, a revista vai dar um impulso muito grande aos que estão a começar e àqueles que desejam ter uma carreira no surf, porque irá dar-lhes visibilidade através das fotografias e tudo o resto, coisa que antes era muito difícil eles terem com 3 revistas centradas na zona de Lisboa. A partir de agora é bem possível que, se fores surfar e fizeres um manobrão, apareças nas páginas da “Splash”. Isso é bom para todos.

Onde é que se vai poder encontrar a vossa revista?

Para já e tratando-se de um número zero, podem procurar na vossa surfshop mais próxima a partir de 2ªfeira dia 13. Eventualmente terá uma distribuição normal a nível de quiosques, mas estes pormenores irão ser divulgados no nosso blogue muito brevemente.

Fotos gentilmente cedidas pela Splash.

1 comentário:

yes1 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.